segunda-feira, 16 de julho de 2012

Lançar âncoras


                      

"...A palavra âncora (derivada do latim ancora e grego agkyra) significa proteção. Não é à toa que ela se apresenta em forma de flecha, preso à ponta de uma corda ou corrente, com a utilidade de manter a embarcação presa a algum lugar. A questão principal é saber para onde esta flecha aponta? Até onde vai essa corda? E em quais portos você anda ancorando seu barco?


A boa notícia é que da mesma forma que encontramos âncoras que promovem sensações e experiências negativas, também encontraremos aquelas que promovem um sentimento de bem-estar, emoção positiva e respostas mais saudáveis. O problema nunca está no problema em si (uma âncora que dispara uma sensação negativa ou aciona uma memória triste de sua vida), mas na sua reação ao problema. Afinal, o problema não está na âncora, mas onde você decide ancorar seu barco. E como melhorar essa reação às âncoras negativas?


Primeiramente, torne seus sentidos cada vez mais acurados para que você possa perceber com clareza e precisão algumas âncoras quando surgirem. Depois se torne curioso em relação à sua reposta instintiva.Quanto mais pensarmos sobre algo, menos instintiva será nossa reação. Busque outros recursos ou maneiras de reagir a tal âncora problemática. Depois pense de que maneira você poderia obter uma resposta positiva e harmoniosa, a fim de manter seu estado emocional equilibrado e favorável.


Do mesmo modo que uma âncora pode prender o avanço de um grande navio cargueiro, pode salvar um pequeno bote de uma tempestade. Você tem que saber a hora de lançar uma âncora e, principalmente, qual âncora lançar. A Programação Neurolinguística (PNL) nos ensina o mecanismo da ancoragem, ou seja, associar estados emocionais positivos (coragem, confiança, motivação, firmeza, equilíbrio e paz) a partes de nosso corpo, uma imagem, um cheiro, um toque ou um gosto. E quando você precisar desse estado num momento difícil saberá que ao acionar a âncora gerada terá acesso ao estado emocional desejado.


Enfim, você não pode se tornar refém de uma fumaça de cigarro, sabor de chocolate ou um amigo chato, e se deixar levar sem pensar e reagir de uma maneira que não deseja reagir. Segundo Joseph O´Connor, “A liberdade emocional vem de estar consciente das âncoras que se tem e de optar por responder apenas às que deseja”. Controle suas reações às âncoras negativas e cultive muitas âncoras positivas. Assim como fotos eternizam momentos, as âncoras eternizam as melhores emoções de sua vida se você aprender a lançá-las. Elas serão muitas vezes o único apoio e esperança de seu navio durante as tempestades."


(by Marcos Sousa)

www.marcossousa.com.br

2 comentários:

Bright Maquiagens disse...

Olá, visitei seu blog e ameeei, esta lindo, parabéns, se puder visitar meu cantinho.http://maquiagensbright.blogspot.com.br/

Vencer Barreiras disse...

Olá...obrigada pelo carinho e que bom que gostou deste blog. Venha mais vezes!!! Estarei visitando seu espaço com certeza! Grande abraço!

Postar um comentário